Connect with us

Você sabe como funciona uma Turbina? Veja aqui!

Como funciona uma turbina?

Blog

Você sabe como funciona uma Turbina? Veja aqui!

Como funciona uma Turbina? Veja aqui!

Fala galera! Hoje estou aqui pra falar um pouco mais sobre o famoso turbo ou melhor sobre a turbina. O turbo compressor ou turbo como é conhecido se popularizou entre os carros tuning e de rua como uma opção para aumento de potência e em alguns casos somente por estética, por causa do famoso som emitido pelo ar saindo da válvula de prioridade, mas vamos começar do início.

A turbina é uma peça composta por 3 partes principais: caixa quente, caixa fria e eixo. A função dessa peça é aumentar a quantidade de ar admitida pelo motor, tornando melhor a queima do combustível, ou mais rica como chamamos. Os motores dos carros de rua tem como principais meios de combustão o ar e o combustível (álcool, gasolina, etc…) e trabalhando com o fluxo de ar de fábrica temos os seguintes dados: O carro original roda com 90% de sua potência a nível do mar, e a cada 1000 metros de altitude perde-se 10% da capacidade de ar admitido pelo motor, somando as condições atuais do clima, ar e desgastes naturais do motor essa perda chega a 30% a cada 1000m de altitude o que significa que em São Paulo por exemplo, o motor trabalha apenas com 40% da sua capacidade de ar, empobrecendo a mistura ar/combustível.

Já os motores turboalimentados trabalham sempre com 100% de capacidade volumétrica, tanto a nível do mar, quanto em altitudes maiores. Tornando a queima mais rica devido ao oxigênio comprimido pelo compressor da turbina.

A Carcaça de Compressor e Rotor do Compressor tem a função de sugar o ar e comprimi-lo ao interior do cilindro, chegando em até 3 vezes a pressão atmosférica.

A Carcaça Central recebe o óleo do motor, e sustenta o conjunto Eixo da Turbina e Rotor do Compressor que “flutuam” sobre os mancais.

O Eixo e Carcaça da Turbina centrípeta é acionada pela energia gerada pelo calor dos gases de escape e tem a função principal de impulsionar o compressor centrífugo.

Ao contrário do que muita gente pensa, o motor turboalimentado gera uma relação custo potência menor, sendo a combustão mais rica o consumo do motor pode melhorar, claro sempre levando em consideração a relação Custo X Potência, a parte mais popular é o aumento da potência que pode ser definida pelo preparador, quanto mais quilos de pressão, mais o ar se comprime e mais potência pode ser obtida, lembrando que o motor original não foi projetado para trabalhar além da pressão de ar normal (aspirado) e pode sofrer danos sérios caso a instalação seja mal feita ou se o preparador não tomar as devidas precauções para que a pressão aplicada seja suportada pela engenharia das montadoras. Entre essas precauções temos pistões forjados, bielas forjadas e por ai seguimos por uma série de peças internas ao bloco do motor que necessitam ser trocadas caso a pressão seja muito elevada.

Um ponto que pouca gente sabe é que um motor turbo emite menos gases nocivos ao planeta, uma vez que a queima é mais rica a emissão de gases no escape também é mais limpa, pois todo o combustível é queimado eliminando resíduos no ar.

De toda a energia produzida pelo carro, apenas um terço é utilizado no desempenho do motor, outra parte se dissipa no sistema de refrigeração e outra parte é desperdiçada como os gases emitidos pelo sistema e exaustão. O turbo aproveita a energia produzida pela expansão desses gases para girar o eixo da turbina, que pode atingir de 3000 a 130.000 RPM(Rotações por Minuto), por estar unido ao eixo do compressor, o mesmo gira na mesma velocidade aumentando assim o volume de ar comprimido enviado ao motor.

Talvez a parte mais complexa e com mais peças seja a carcaça central, que incorpora o prato do compressor, protetor térmico, anéis trava dos mancais, mancais radiais, mancal de encosto, colar centrifugo, anéis de pistão e anel de vedação.

Embora hoje seja muito popular e tenha ganhado cada vez mais adeptos a tecnologia de turbo alimentação tem origem a muito mais tempo do que imaginamos, o turbo tem sua história ligada a aviação. Compensando a pressão atmosférica elevada sob os cilindros, o turbo eliminava o problema da rarefação do ar em grandes altitudes.

Enquanto isso em solo, começavam-se a equipar os primeiros carros com o sistema usado pela engenharia aeronáutica, como também aumentava a potência do motor, as primeiras equipes de corrida equiparam seus carros com tal tecnologia e começaram a dar suas primeiras voltas com mais emoção na década de 30.

Essa brincadeira com o tempo foi ganhando mais adeptos até chegar as ruas como uma opção das próprias montadoras para tornarem mais ágeis motores pesados como de Caminhões, barcos, tratores e etc.

Hoje o turbo se tornou sinônimo de potência em carros de rua, como um aperfeiçoamento do sistema de aspiração para que tenhamos a queima completa do combustível e do comburente, ganhando mais potência e gerando até economia, pois grande parte do combustível, que pagamos tão caro aqui no Brasil, nos originais não é aproveitado 100% como nos carros turbinados.

Lembrando que essa adaptação aqui em nosso país tem que ser regulamentada, carros turbinados tem que passar por inspeção e legalização, impondo limites aos donos de carros que trafegam em nossas vias. O carro turbinado não legalizado pode ser apreendido e o motorista pode precisar desembolsar uma grana na mão do governo pagando uma generosa multa e até perder a habilitação, no caso do mesmo estar participando de alguma competição não legalizada em via pública pode ser condenado até mesmo a prisão temporária ou trabalhos comunitários.

Então galera, vamos ficar espertos, porque o negócio é legal mas tem que ser usado com responsabilidade, e fica aqui um pedido para que as seguradoras comecem a aceitar carros turbinados e rebaixados pois se o governo permite tais alterações, porque não aceitar?

O Pisando Fundo apoia a pratica esportiva dentro das pistas, mas entende a necessidade de alguns proprietários aumentarem a potência do seu automóvel.

Como nada é fácil aqui no Brasil, teremos que lutar para conseguir manter viva a cultura automobilística que é apaixonante.

 

Obrigado pela leitura e companhia, e em breve voltaremos com mais textos e muito mais informação pra vocês. Espero que tenham gostado, e qualquer dúvida, elogio ou se perceber que demos alguma “canelada” no texto, é só deixar aqui em baixo nos comentários que teremos prazer em trocar conhecimentos e esclarecer o máximo que pudermos pra vocês que estão Pisando Fundo junto com a gente!

Comentários

To Top

Facebook

Likebox Slider Pro for WordPress