Pisando Fundo
Novo Corolla 2020 Híbrido Flex Toyota

Novo Corolla com motor híbrido Flex

A montadora Toyota confirmou o lançamento e produção do novo Corolla no Brasil. O sedã vai chegar ao mercado em outubro. Veja tudo sobre a nova versão do tiozão da toyota.

Novo Corolla com motor híbrido Flex

O novo modelo do clássido da Toyota será o primeiro híbrido flex em produção no mundo e terá como base o modelo europeu; ele ficará maior e mais equipado, e tomara que perca um pouco a cara de tiozão.

Novo Corolla 2020 Híbrido Flex ToyotaA montadora Toyota confirmou o lançamento e produção do novo Corolla no Brasil. O sedã vai chegar ao mercado em outubro, segundo o governador de São Paulo, João Dória (PSDB).  Ainda não há informações do preço e nem das versões do novo Corolla, mas podemos esperar que não seja nada menos que 6 dígitos.

O motor Flex a combustão Híbrido será o primeiro do mundo, o que abrirá o mercado dos elétricos no Brasil para quem tem poder aquisitivo para comprar um “carro de luxo”.  Agora é esperar pra ver se a economia, desempenho e design farão tudo o que prometem.

O Corolla ja está na sua 12º geração, e já está adequada aos projetos mais tecnologicos como o Prius, C-HR e o Camry.

Completamente diferente da versão atual do carro, o novo Corolla será maior chegando a 2,70m no entre eixos e 4,64m de comprimento total, 1,78m  de largura e 1,43 de altura. Todas as medidas foram baseadas no Corolla europeu.

O Corolla 2020 promete mais sofisticação no interior e linhas mais arrojadas na carroceria, será que dessa vez ele perde o aspecto de carro e tiozão e cai no gosto da galera PisandoFundo?

 

Novo Corolla 2020 Híbrido Flex Toyota

A Toyota declara uma média de consumo (cidade/estrada) de 29,4 km/l para a nova geração do Corolla. De acordo com informações da montadora, é possível que ele use o motor elétrico em até 50% dos deslocamentos. Porém é importante destacar que o consumo do Corolla 2020 terá outros números no Brasil. Começando pela diferença da nossa gasolina em relação a vendida na Europa, a principal, a adição de ate 27% de etanol no derivado do petróleo deixando a nossa gasolina legalmente batizada, rendendo menos e custando mais.

Também não foi divulgado números de potência e torque do novo híbrido flex, essa é o tipo de surpresa que assusta e deixa o consumidor tenso, o carro hoje já não é conhecido por muita potência e tão pouco por ter uma ótima estabilidade, se corrigidos este problema aliados a um visual mais agressivo pode ser a consolidação que faltava para a Toyota em solo tupiniquim.

 

Marcelo Arantes

O PisandoFundo é um canal de informação sobre autos que aposta em fazer o que mais gostamos, da melhor maneira que podemos e esperamos que gostem!

Most popular